Instituto Tomie Ohtake

Segunda exposição do Arquivo de emergência

Outubro e Novembro de 2006

archivo_jony1

O Arquivo de emergência estava disposto em três mesas (cinza e vermelho), as outras duas mesas (em madeira) expunham um corpo de material recolhido pelos curadores Agnaldo Farias e Moacir dos Anjos. Parte do material que tinha relação com o Arquivo de emergência foi indexado a este, através de pequenos pontos vermelhos que assinalavam projetos, ações, imagens e textos nos diversos catálogos, revistas, e demais materiais.

archivo_jony2

Mesa de pesquisa de documentos impressos, organizados em duas pastas A-L e de M-X. Grande parte dos documentos é produzida por artistas e grupos.

Texto crítico de Fernanda Albruquerque:

Quais as viradas da geração da virada?

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Sobre

Este blog apresenta parte do Arquivo de emergência, uma pesquisa/arquivo desenvolvida entre 2005 e 2010 por A Arquivista e Cristina Ribas. O Arquivo de emergência existe/existiu como arquivo real para documentos produzidos a partir de práticas artísticas, comunicativas, expressivas, realizadas no Brasil a partir de meados dos anos 2000. Nas páginas do blog você encontra artigos de Cristina Ribas e A Arquivista, detalhes sobre o sistema de arquivamento e os conceitos do Arquivo, assim como imagens de exposições e montagens do Arquivo. Parte dos documentos disponíveis no Arquivo de emergência estão agora on line na plataforma Desarquivo.org.

Desarquive

Visitas

  • 23,043 visitas

Comentários


%d blogueiros gostam disto: